Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Policial

Bolo e suco de família achada morta não estavam envenenados, diz polícia

Muitas fezes e vômito também foram encontrados espalhados pelo chão do apartamento, que estava bagunçado.

Uol

24 de Setembro de 2013 - 15:39

Policiais do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) dizem que o suco e o bolo apreendidos no apartamento da família encontrada morta em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, não estavam envenenados.

A auxiliar de enfermagem Dina Vieira da Silva, 42 anos, e seus quatro filhos foram achados mortos no último dia 16. O laudo do IC (Instituto de Criminalística) não foi concluído, mas informações recebidas pelo DHPP mostram que o resultado foi negativo para envenenamento.

Diana foi achada morta na cama do quarto. Duas das filhas, de 11 e 9 anos, foram encontradas na sala. A filha mais velha, de 17, estava caída no banheiro, e o filho, de 13, em outro quarto. A mãe e duas filhas foram encontradas nuas da cintura para baixo, de acordo com a polícia.

Muitas fezes e vômito também foram encontrados espalhados pelo chão do apartamento, que estava bagunçado.

O boliviano Alex Guinones Pedraza, 33 anos, está preso desde o dia 17 sob suspeita de ter envenenado a namorada e os filhos dela. Com o resultado negativo para envenenamento, a defesa do suspeito espera conseguir a liberdade dele. Pedraza foi quem encontrou a família da namorada morta e acionou a polícia.

A polícia pediu sua prisão temporária porque ele não tem residência fixa, já tinha sido condenado por furto, foi denunciado três vezes por agredir a namorada e porque temia que ele deixasse o país, já que é boliviano. A advogada dele, Patrícia Vega, diz ter convicção na sua inocência.

Na semana passada, a polícia constatou vazamento de monóxido de carbono no sistema de aquecimento a gás do apartamento. A polícia agora aguarda o resultado dos exames para saber se a quantidade era suficiente para matar as cinco pessoas.

Peritos concluíram que o chuveiro tinha problemas e o sistema não tinha a tubulação de escape do gás. Além disso, o imóvel estava todo fechado quando os corpos foram achados.