Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 6 de Março de 2021

Policial

Bombeiros retomam buscas a desaparecidos no Rio Paraguai

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros na cidade, tenente Landis Dorneles Pereira, no total 14 mergulhadores estão no local

Campo Grande News

25 de Setembro de 2014 - 07:16

Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram nesta manhã (25), as buscas das treze pessoas que estão desaparecidas no Rio Paraguai. As vítimas estavam no barco-hotel Sueño do Pantanal, que virou no rio, em meio ao tornado que atingiu no final da tarde de ontem (24), o município de Porto Murtinho, distante 431 quilômetros de Campo Grande. Ainda há 10 turistas e três tripulantes da embarcação desaparecidos.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros na cidade, tenente Landis Dorneles Pereira, no total 14 mergulhadores estão no local. São 7 militares de Campo Grande, quatro de Dourados, três de Jardim e três de Porto Murtinho. Quatro embarcações foram cedidas pela Marinha do Brasil para auxiliar nas buscas. “Uma equipe vai localizar a embarcação e a outra procurar os desaparecidos”, diz.

Por volta das 20h30 de ontem, as buscas foram suspensas por falta de visibilidade. Dois corpos foram localizados, o do engenheiro agrônomo Sidnei Romano e do dono da embarcação, Luiz Penayo. 

Segundo a Polícia Militar, na embarcação estavam 27 pessoas, entre elas 16 turistas. Cinco deles conseguiram se salvar. Dez estão desaparecidos e dois foram encontrados mortos no Rio Paraguai. A embarcação contava com 11 tripulantes entre piloteiros, cozinheiros, camareiros. Dos tripulantes oito se salvarão e três ainda estão desaparecidos.

O naufrágio foi provocado por um tornado, com ventos superiores a 93 quilômetros, que atingiu a cidade e provocou destruição. O prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda, informou que vai decretar estado de calamidade. Segundo ele, casas foram destelhadas e pelo menos cem árvores foram derrubadas pelo temporal. Os prejuízos estão sendo levantados e equipes da prefeitura percorrem a cidade para dar auxílio às famílias atingidas.