Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Policial

Brasileiro foi torturado e morto por cobrar carro vendido a assassinos

Guilherme estava desaparecido há três dias e foi encontrado morto em uma lavoura de soja na colônia Porteira Ortiz, no dia 1º deste mês.

Campo Grande News

07 de Fevereiro de 2017 - 13:20

O vendedor ambulante brasileiro Guilherme Valério Duré, 51, foi torturado e assassinado por cobrar uma dívida de dois homens que tinham comprado um carro dele. O crime ocorreu na zona rural de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS).

Investigação conjunta de policiais civis de Ponta Porã e agentes da Polícia Nacional do Paraguai descobriu que o crime foi cometido por Jair Schwigel e Guilherme Torres da Rocha, que estão foragidos.

Guilherme estava desaparecido há três dias e foi encontrado morto em uma lavoura de soja na colônia Porteira Ortiz, no dia 1º deste mês. Ele tinha sinais de tortura, ferimentos provocados por faca e um tiro na cabeça. Uma corda estava enrolada no pescoço da vítima. Para os investigadores, o corpo foi arrastado por um veículo e jogado na lavora de soja.

De acordo com a investigação, os dois homens compraram um carro de Guilherme, mas não pagaram a dívida. Ao tentar receber, o brasileiro foi sequestrado e morto.

Apesar de tantas mortes violentas na fronteira, o assassinato de Guilherme, com requintes de crueldade, chocou os moradores das duas cidades e levou a polícia a fazer uma força-tarefa para identificar os criminosos. Policiais dos dois países pedem ajuda da população para localizar os criminosos.