Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Policial

"Cabecinha" é morto no fim de semana e deixa droga de "herança" para adolescente

A droga estava em uma casa que pertencia ao traficante e que era alugada por uma adolescente de 15 anos

Midiamax

29 de Julho de 2014 - 08:34

Equipes da PM (Polícia Militar) apreenderam na noite de segunda-feira (28), por volta das 22 horas, 402 quilos de maconha, em uma residência do Bairro São Conrado, região oeste de Campo Grande, após uma denúncia anônima. O entorpecente pertencia a um traficante que foi assassinado neste fim de semana na Capital.

Por conta das investigações, a Polícia Civil não informou o nome do traficante, apenas revelou que o apelido dele era “Cabecinha”. A droga foi encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), da Vila Piratininga, região sul de Campo Grande.

A droga estava em uma casa que pertencia ao traficante e que era alugada por uma adolescente de 15 anos. A jovem contou que é de Ribas do Rio Pardo e como não se dá bem com o irmão, que está em Campo Grande, ela resolveu procurar um lugar para morar.

A garota foi surpreendida pelo locador que a informou que deixaria uma “mercadoria” no imóvel. Na semana passada, foram guardados 356 tabletes de maconha no imóvel. O traficante ofereceu a ela R$ 1,5 mil para que cuidasse do entorpecente.

Com o flagrante, a droga foi apreendida e a jovem encaminhada ao Conselho Tutelar, que será responsável por levá-la ao convívio dos pais. Ela não será responsabilizada pelo tráfico de drogas, baseado em uma portaria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), conforme informações do delegado plantonista.