Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 28 de Janeiro de 2022

Sidrolândia

Cabeleireira morta pelo ex-namorado era de Sidrolândia e vai ser sepultada na cidade

A cabeleireira Jackeline Aparecida de Souza Galvão, de 37 anos, foi assassinada com tiro na cabeça na madrugada deste domingo.

Redação

12 de Dezembro de 2021 - 20:15

Cabeleireira morta pelo ex-namorado era de Sidrolândia e vai ser sepultada na cidade
Jackeline Aparecida de Souza Galvão. Foto: Facebook

Será sepultada nesta segunda-feira no Cemitério São Sebastião em Sidrolândia, a cabeleireira Jackeline Aparecida de Souza Galvão, de 37 anos, assassinada com tiro na cabeça na madrugada deste domingo (12) em Nova Alvorada do Sul, pelo ex-namorado Marcos Bezerra de Melo, de 45 anos, que não aceitou o fim do relacionamento. A mãe e irmãos de Jackeline moram na cidade onde vinha com frequência.

Nas redes sociais, Joyce Galvão, uma das irmãs de Jackeline, manifestou sua indignação e clamou por Justiça e postou uma foto do suspeito. "Esse é o assassino da minha irmã (na legenda da foto). Ajudem para que ele seja preso, Marcos Bezerro, conhecido como Bezerra".

Cabeleireira morta pelo ex-namorado era de Sidrolândia e vai ser sepultada na cidade
Marcos Bezerro. Foto: Facebook

O crime 

Jackeline havia terminado com Marcos, vendedor ambulante. Durante a madrugada, o homem apareceu em um carro que aparentava ser um Toyota Corolla e, ainda dentro do veículo, disparou contra a cabeleireira, que foi atingida no rosto. Na ocasião, ele também atingiu a filha de Jackeline, uma jovem de 22 anos, depois fugiu em um carro.

Ela relatou para a polícia, o homem chegou a arrancar com o veículo após atirar contra a ex-namorada, no entanto, ao ver a filha dela, retornou e disse: "vou te matar", disparando contra a jovem de 22 anos, que foi atingida no punho.

Mãe e filha foram socorridas ao hospital local, mas devido a gravidade da lesão, Jackeline precisou ser transferida para a Santa Casa de Campo Grande, onde não resistiu ao ferimento e morreu. O caso foi registrado como feminicídio na delegacia de Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul.