Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Maio de 2022

Policial

Carro atropela criança de 7 anos e motorista não presta socorro

Um bombeiro que mora na mesma avenida foi o responsável pelo socorro inicial, até a chegada de uma unidade de resgate

Correio do Estado

12 de Outubro de 2015 - 08:05

Uma menina de sete anos foi atropelada por um Fiat Uno branco por volta das 18h na Avenida Tancredo Neves, no bairro Aero Rancho. Ela atravessava a via quando foi atingida pelo veículo. A criança mora próximo ao local do acidente e os pais dela são donos de um estabelecimento comercial nesse endereço. O condutor não permaneceu no acidente.

Segundo o sargento dos Bombeiros, Michel Milin, a menina foi socorrida consciente e orientada, mas com hematomas no rosto devido ao atropelamento. “Aparentemente não havia sinais de fratura, porém o rosto estava muito inchado e havia um coagulo formado no olho esquerdo."

Testemunhas ouvidas pelo site informaram que o condutor chegou a parar o carro ao perceber o atropelamento, porém em seguida saiu e não prestou socorro.

Um bombeiro que mora na mesma avenida foi o responsável pelo socorro inicial, até a chegada de uma unidade de resgate. Ela foi levada para a Santa Casa junto com os pais, que estavam trabalhando na frente do lugar onde foi o atropelamento.

A Polícia Militar de Trânsito encaminhou uma equipe e recebeu informações relativas ao veículo e a possível placa, anotada por testemunhas.

Quem mora por ali disse que a região é perigosa. A atendente de call center, Ana Carolina Ribeiro, 25 anos, contou que o além de escuro, a avenida não tem instalada redutores de velocidade. "Isso favorece que o tráfego em alta velocidade sempre aconteça", reclamou. Ela ressaltou que muitas crianças brincam na calçada e, por isso, os motoristas deveriam ter atenção redobrada ao passar pela via.

O que aumenta o fluxo de pessoas na avenida Tancredo Neves, onde ocorreu o atropelamento, é um ponto de ônibus e sempre há pedestres atravessando de um lado para outro sem a devida segurança.