Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Outubro de 2021

Policial

Cocaína era jogada de avião em região turística de MS

Entre os detidos estão mãe e filha, de 47 e 29 anos, irmãos de 36 e 41 anos. Nenhum outro nome além de Vilson foi divulgado.

Campo Grande News

30 de Março de 2011 - 09:00

A Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã divulgou ontem a noite fotos e detalhes da Operação Elba que prendeu nesta terça-feira oito pessoas (seis homens e duas mulheres) e apreendeu seis veículos e 262 kg de pasta base de cocaína.

Segundo a PF, a cocaína era transportada por avião de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e arremessada em uma região entre Porto Murtinho e Bonito.

A droga era carregada pela quadrilha até uma chácara alugada pelo líder Vilson Antunes, de 48 anos, onde ela era enterrada ou escondida em veículos, que iriam para os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A PF de Ponta Porã teve apoio de policiais federais de Guaíra e Cascavel para desmantelar a quadrilha internacional de tráfico de drogas na região de Bonito.

Ainda segundo a polícia, Vilson Antunes, já era conhecido do Departamento da Polícia Federal, pois negociava, no passado, com o traficante Erineu Soligo, o Pingo. “Entretanto, os policiais não conseguiam provas contra Vilson, até seis meses atrás, quando as investigações foram iniciadas”, diz a PF.

Entre os detidos estão mãe e filha, de 47 e 29 anos, irmãos de 36 e 41 anos. Nenhum outro nome além de Vilson foi divulgado.

A maior parte da droga encontrada estava escondida em um fundo falso de um caminhão, mas havia ainda entorpecente enterrado, acondicionado em tonéis, e escondido na mata.

Ainda segundo a PF, a quantidade de entorpecente apreendido seria suficiente para produzir mais de 2,5 toneladas de cocaína para consumo final.

Os presos estão na Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã à disposição da Justiça e aguardando transferência para estabelecimento prisional.