Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Policial

Contra três crimes, Gaeco faz operação em quatro cidades do Estado

Há uma semana o Gaeco deflagrou operação semelhante na Câmara Municipal de Iguatemi.

Correio do Estado

13 de Fevereiro de 2017 - 08:11

Operação Bolsão foi desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), nesta manhã, em quatro cidades do Estado localizadas na região do Bolsão.

Informações iniciais repassadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) indicam que o objetivo da ação é combater crimes de corrupção, concussão (quando funcionário público exige vantagem indevida) e falsidade.

Os alvos dos mandados de busca e apreensão, prisão temporária e conduções coercitivas estão nas cidades de Cassilândia, Paranaíba, Chapadão e Aparecida do Taboado.

Operação Bolsão foi desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), nesta manhã, em quatro cidades do Estado localizadas na região do Bolsão.

Informações iniciais repassadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) indicam que o objetivo da ação é combater crimes de corrupção, concussão (quando funcionário público exige vantagem indevida) e falsidade.

Os alvos dos mandados de busca e apreensão, prisão temporária e conduções coercitivas estão nas cidades de Cassilândia, Paranaíba, Chapadão e Aparecida do Taboado.

OUTRA OPERAÇÃO

Há uma semana o Gaeco deflagrou operação semelhante na Câmara Municipal de Iguatemi. Documentos foram apreendidos depois de apuração descobrir que folha de ponto de servidores era fraudada. Havia, conforme o MP, existência de servidores fantasmas, aqueles que recebiam sem trabalhar.

Há uma semana o Gaeco deflagrou operação semelhante na Câmara Municipal de Iguatemi. Documentos foram apreendidos depois de apuração descobrir que folha de ponto de servidores era fraudada. Havia, conforme o MP, existência de servidores fantasmas, aqueles que recebiam sem trabalhar.