Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 15 de Agosto de 2022

Policial

Criança estuprada foi conduzida por suspeito na rua, diz delegado em MS

Conforme Lauretto, houve a tentativa de coleta de material genético, porém não houve essa prova científica.

G1 MS

16 de Setembro de 2015 - 15:45

A Polícia Civil está buscando mais provas do suspeito de estuprar uma criança de três anos, em Campo Grande. O delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), disse nesta quarta-feira (16), que está buscando elementos para ter convição de que a pessoa apontada como suspeita é realmente a responsável pelo caso.

"Percebemos que está criança estava sendo conduzida por essa pessoa, esse suspeito, porém a definição dessa imagem ainda não foi possível e por isso estamos com técnicos nas residências. Em depoimento no ambiente hospitalar, a criança verbalizou, apesar de que tem problema de dicção", comentou o delegado.

Conforme Lauretto, houve a tentativa de coleta de material genético, porém não houve essa prova científica. A menina continua recebendo acompanhando psicológico do Conselho Tutelar Norte.

Prisões

Três suspeitos de estuprar a menina foram detidos na madrugada de sábado (12). Os jovens prestaram esclarecimentos e foram liberados. A Polícia Civil afirmou que já possui uma linha de investigação e que os vizinhos acharam a criança perambulando na rua e chamaram os policiais militares.

Entenda o caso

A menina de três anos foi encontrada com sinais de violência sexual na manhã de sábado (12), no Parque Izabel Garden, em Campo Grande. Ele recebeu alta da Santa Casa na noite dessa segunda-feira (14), segundo informações da assessoria de imprensa do hospital.

A vítima estava internada na unidade de saúde desde o dia em que foi encontrada por vizinhos, andando na rua sozinha, suja e com sinais de violência. Exames constataram o estupro e câmeras de segurança de residências flagraram a menina andando na calçada às 5h49 (de MS). Não se sabe se o estupro aconteceu antes ou depois do flagrante das imagens.

Segundo a polícia, a menina mora com a mãe e dois irmãos. É rotina da família a mãe sair para trabalhar às 4h, a criança ficar com os irmãos e eles a levarem para a casa da avó quando vão à escola. No sábado, os irmãos não dormiram no mesmo quarto. A criança acordou, não viu eles e saiu.  De acordo com a polícia, ela subiu em um sofá que fica próximo a uma janela, pulou e saiu de casa a procura dos meninos.

A calçada onde as câmeras flagraram a menina andando é caminho para a casa da avô e fica no trajeto que fazia diariamente com os irmãos. Até a publicação desta reportagem nenhum suspeito havia sido preso.