Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Policial

Desacerto financeiro pode ter motivado assassinato de médico e esposa

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Antenor Batista, um pedreiro que prestou serviço à vítima foi interrogado ontem

Correio do Estado

16 de Setembro de 2015 - 09:53

Desacerto financeiro teria sido o motivo para os assassinatos do médico aposentado Abner da Silva, de 79 anos, e da esposa dele, Irene Soares, 52, ocorridos entre a noite de segunda-feira (14) e madrugada de ontem (15), no assentamento onde moravam, na cidade Jaraguari. O casal foi morto degolado e no corpo da mulher havia indícios de violência sexual.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Antenor Batista, um pedreiro que prestou serviço à vítima foi interrogado ontem. No entanto, o conteúdo da conversa informal não foi divulgado.

A autoridade policial disse que procura por um prestador de serviço com o qual o médico havia tido desentendimento por conta de pagamentos. “A vítima havia discutido há alguns dias com essa pessoa porque se recusava a pagar uma diferença de valor. Estamos à procura dela para definir a linha de investigação. Por enquanto, a suspeita é de vingança”, pontuou.

Na cena do crime não havia indícios que caracterizassem latrocínio (roubo seguido de morte), portanto essa possibilidade está descartada.

BILHETE

Bilhete encontrado em cima de um móvel no quarto do casal, intriga a polícia, que investiga se há relação com o duplo homicídio. Em parte de um talão de cheque foi escrito: “Escória não é difícil de encontrar”. Escória - um tipo de subproduto usado na fusão de metais, é usada também para definir caráter de pessoa e tem como sinônimos: lixo, gentalha ou canalha.