Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 10 de Agosto de 2022

Policial

Ex-namorado é preso e diz que matou para mulher "não ser de mais ninguém"

Segundo a equipe do SIG (Serviço de Investigações Gerais), Marcelo morava a 100 metros do local do crime

94fm/Dourados

17 de Setembro de 2015 - 15:05

Marcelo Camargo, de 36 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (17). Ele é apontado pela Polícia Civil do município como responsável pela morte de Olívia Vilhalba Bonfim Fonseca, de 48 anos. A mulher foi morta a facadas em Dourados, cidade a 225 quilômetros da Capital.

Segundo a equipe do SIG (Serviço de Investigações Gerais), Marcelo morava a 100 metros do local do crime. Ele confessou que matou Olívia porque ela havia rompido o relacionamento amoroso. “Se você não voltar pra mim, se não vai ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém”, teria dito Marcelo no momento em que esfaqueava a ex-namorada.

Conforme apurado, a vítima chegou a pedir para ele não cometer o crime e entrou em luta corporal com Marcelo. “Se você me ama, não me mate”, teria dito Olívia e o suspeito respondeu dizendo que amava, mas teria que cometer o crime, pois havia sido trocado por outro. Depois de cometer o crime, Marcelo ainda foi até o supermercado onde a vítima trabalhava avisar sobre o crime.

No momento da prisão, o homem estava lavando as roupas utilizadas durante o esfaqueamento. A faca usada no crime, além de um bilhete e o celular da vítima foram apreendidos. No boletim de ocorrência, constavam quatro facadas, mas a vítima teria sido atingida por sete golpes, no rosto, mão, pescoço, peito e tórax. Marcelo responderá pelo crime de feminicídio e homicídio simples.