Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Maio de 2021

Policial

Família é atropelada em rodovia e bebê de dois meses morre a caminho do hospital

O menino de 4 anos, conforme o site local, está internado em estado grave. Já os pais das crianças não correrem risco de morte.

Midiamax

26 de Fevereiro de 2017 - 18:40

Um bebê de 2 meses morreu na manhã deste domingo (26) depois de ser atropelado, junto com a mãe, o pai e o irmão de 4 anos, na BR-463, próximo ao distrito de Sanga Puitã, distrito de Ponta Porã. O condutor do Fiat Uno que atingiu a família alegou que tentava desviar de um ciclista quando invadiu o acostamento e atropelou as vítimas.

De acordo com o site Porã News, Renan Olmedo Simplício, de 26 anos, saiu de Fátima do Sul e ia para Ponta Porã quando ao se aproximar do trevo do distrito de Sanga Puitã tentou desviar de um ciclista. Com isso, ele acabou invadindo o acostamento e atropelando a família que estava a pé. Com o acidente, o veículo tombou nas margens da rodovia.

O paraguaio Paulo Cristóvão, de 28 anos, Lediane Medina Gimenez, de 24 anos, o filho mais velho do casal de 4 anos e o mais novo, de dois meses ficaram feridos e foram socorridos. O bebê, identificado como Bruno Caique Caceres Cunha, chegou a ser levado para o Hospital Regional, mas não resistiu dos ferimentos e morreu antes de dar entrada na unidade.

O menino de 4 anos, conforme o site local, está internado em estado grave. Já os pais das crianças não correrem risco de morte.

A Polícia Rodoviária Federal, o Corpo de Bombeiros e a Policia Militar, atenderam a ocorrência, socorreram as vitimas e isolaram o local do acidente até a chegada da perícia e da Polícia Civil.

O condutor do Uno a princípio se negou o teste etilômetro e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil da Ponta Porã. Lá, aceitou fazer o bafômetro que constatou 0,03 g/l de álcool. O caso foi registrado e o suspeito autuado por homicídio culposo na direção de veículo automotor.