Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Policial

Foragido da Justiça é baleado após trocar tiros com a polícia na Moreninha

Houve tiroteio e o homem foi baleado na coxa esquerda. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa, onde aguarda cirurgia ortopédica.

Campo Grande News

01 de Fevereiro de 2017 - 09:13

Acusado de violentar uma mulher quando tinha apenas 15 anos, Waldemar Vieira de Oliveira, 21 anos, foi baleado após trocar tiros com policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais), no final da tarde de terça-feira (31), no Bairro Moreninha III, em Campo Grande.

O rapaz, que estava foragido da Justiça, responde há pelo menos dois processos e tem várias passagens por roubo, falsidade ideológica, fuga, ameaça, duas tentativas de homicídio e porte ilegal de arma, além do estupro.

Os policiais foram até a casa do rapaz, na rua Baguari, após denúncia anônima de que Waldemar portava uma arma na cintura e fumava um cachimbo de maconha, mas quando a equipe chegou ao local foi recebida a tiros.

Houve tiroteio e o homem foi baleado na coxa esquerda. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa, onde aguarda cirurgia ortopédica. O revólver calibre 32 que o bandido usava foi apreendido com três munições. Nenhum policial foi ferido.

O rapaz tem uma extensa ficha criminal e quando tinha apenas 15 anos participou de um assalto seguido de violência sexual contra duas mulheres, uma delas grávida de oito meses, numa chácara na região da avenida Três Barras, no Jardim Itamaracá.

O crime aconteceu na noite do dia 23 de dezembro de 2010 e teve a cooperação do caseiro da chácara, conforme detalhou na época um dos envolvidos no crime. Na época, Waldemar disse que havia sido induzido pelo comparsa para cometer o assalto seguido de estupro.

Os ladrões levaram diversos aparelhos eletrônicos, uma televisão de LED recém-comprada, câmera filmadora, o revólver e a caminhonete L-200. O veículo foi localizado em uma rua das Moreninhas.