Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Policial

Foragido de MS por quase decepar a mão de ex é preso no Tocantins

O suspeito estava se escondendo na casa de familiares, quando foi localizado e preso pela Polícia Militar.

Campo Grande News

22 de Junho de 2020 - 08:46

Foi preso neste domingo (21) na cidade de Almas (TO), Gabriel Matos da Silva, 26 anos, suspeito de tentar matar a ex-mulher de 20 anos na madrugada do último dia 12, em Costa Rica. Ele estava se escondendo na casa de familiares, quando foi localizado pela Polícia Militar, que deu cumprimento ao mandado de prisão.

Conforme o site MS Todo dia, o delegado Gustavo Mendes, responsável pelo inquérito, após o crime, os investigadores da cidade iniciaram os trabalhos de busca na tentativa de localizar o paradeiro do agressor. A Polícia Civil teve apoio do Ciof (Centro Integrado de Operações de Fronteira) e do setor de Inteligência da corporação, que auxiliaram na localização.

Foi descoberto que ele estava em sua cidade natal no Tocantins, oportunidade em que a Polícia Civil de Costa Rica, com apoio dos demais setores, passou a trocar informações com as forças de segurança daquele Estado, para que fosse possível a prisão. “A gente ia fazendo um intercâmbio de informações”, pontuou o delegado.

Gabriel foi localizado em via pública, nas proximidades da casa de um irmão. “Desde o início, a gente vinha trabalhando nesse caso, para que ele fosse encontrado e preso”, explicou o delegado. Gabriel foi encaminhado à Delegacia Regional de Dianópolis (TO), onde encontra-se recolhido. Agora, a Justiça irá providenciar autorização da transferência dele para Mato Grosso do Sul, para que seja ouvido e possa responder pelos crimes.

"A localização e captura de Gabriel era prioridade da nossa equipe em razão do iminente risco à integridade física e à vida da vítima e dos familiares, que, inclusive, também chegaram a ser ameaçados pelo suspeito".

Caso -  Segundo o registro, na data da tentativa de feminicídio equipes da Polícia Militar foram acionadas pela mãe da jovem de 20 anos. Ela contou que a filha estava deitada na cama com o filho de dois anos, quando o autor invadiu a casa armado com o facão. Ele começou a golpear a vítima, que utilizou os braços para se defender, em seguida fugiu pulando o muro. A vítima sofreu ferimentos graves e quase teve a mão decepada. A mãe contou para a polícia que um vizinho ajudou a socorrer a jovem e a levar primeiramente ao hospital em Costa Rica. Em seguida, ela foi transferida para Campo Grande.