Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 5 de Maio de 2021

Policial

Garoto que sofreu abuso com mangueira continua em estado grave

Segundo a assessoria de imprensa da unidade de saúde, o menino passou por cirurgia e perdeu metade do intestino grosso.

Campo Grande News

06 de Fevereiro de 2017 - 11:00

O adolescente de 17 anos que sofreu abuso com mangueira de compressão de ar em um lava jato, na manhã de sexta-feira (3), na Vila Morumbi, continua internado em estado grave na Santa Casa de Campo Grande.

Segundo a assessoria de imprensa da unidade de saúde, o menino passou por cirurgia e perdeu metade do intestino grosso. Ontem, por volta das 22h, o garoto teve uma piora no quadro e foi transferido para a área vermelha da unidade. Hoje de manhã, ele apresentou melhora, mas continua no setor em observação.

A dona de casa de 47 anos, mãe da vítima, acusa o dono do lava jato, onde o filho trabalhava e um conhecido da família pelo crime. "O proprietário veio aqui em casa me buscar para ir à Santa Casa, mas não contou o que havia acontecido. Só fiquei sabendo, quando chegou na unidade de saúde”, relatou durante entrevista à equipe de reportagem.

Segundo a mulher, o filho foi indicado para o trabalho por um vizinho de 31 anos, que o conhecia desde pequeno. "Foi uma brutalidade o que fizeram com meu filho. Um deles pegou o garoto no lombo e o dono do lava jato abaixou a calça e inseriu a mangueira. Quero justiça. Eles fizeram uma maldade com um menino trabalhador”, lamentou a mãe. Os suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, tem idades de 20 e 30 anos.

Hoje de manhã o Campo Grande News foi até o lava jato, mas ninguém foi encontrado para comentar sobre o assunto. Vizinho do local, um empreiteiro de 45 anos relatou que o estabelecimento sempre foi movimentado, mas está fechado desde quando ocorreu o acidente.

“No sábado, uma pessoa trouxe o carro para lavar, mas fez o serviço com o portão fechado e logo foi embora”, diz o vizinho. O caso está sendo investigado pela delegacia de Depca(Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).