Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Policial

Homem desaparece depois de negociar venda de caminhonete na internet

Vizinhos relataram que Hélio Taira recebeu visita de dois homens em moto.

Correio do Estado

02 de Dezembro de 2016 - 16:44

Hélio Taira, de 74 anos, que mora no Bairro Planalto, em Campo Grande, saiu de casa na manhã de sábado, 26, e até agora não retornou e não deu mais notícias. A última vez que o idoso foi visto, foi por um amigo, por volta das 11h de sábado, no semáforo do terminal Bandeirantes, o qual comunicou que iria vender a caminhonete D10, com placas HQX-1188, ano 1981.

No dia seguinte, na manhã de domingo, o padeiro que divide a casa com Hélio procurou a família para informar que o amigo não tinha dormido em casa. Boletim de ocorrência foi registrado e a família busca pistas do paradeiro de Hélio.

Conforme a sobrinha, a fisioterapeuta Cristiane Soares Taira, de 30 anos, vizinhos de Hélio contaram que, um dia antes de desaparecer, dois homens em uma moto foram até a casa do tio para comprar a caminhonete.

“Vizinhos nos disseram que, na sexta-feira, dois homens tentaram por duas vezes falar com meu tio a respeito da caminhonete, mas como ele não estava em casa, retornaram, e na terceira tentativa meu tio atendeu”, contou a sobrinha.

“No sábado pela manhã, um amigo dele o encontrou no semáforo do terminal Bandeirantes, e, durante rápida conversa, contou que alguém viu o anúncio na internet e que iria trocar o veículo por um mais novo”, relatou Cristiane ao reforçar que, para a família, Hélio teria dito que não pretendia vender a caminhonete e tão pouco teria anunciado na internet. "Essa informação nos pegou de surpresa".

“Ele não fez anúncio nenhum, nem sabe mexer com internet, isso que estamos achando muito estranho”, pontuou. O celular de Hélio está desligado e a família não sabe por onde começar a procurar o idoso.

Ainda conforme a sobrinha, o homem não fazia uso de bebida alcoólica, drogas, não tinha desavenças e era tida como uma pessoa calma e trabalhadora.

Quem souber qualquer informação do paradeiro de Hélio pode entrar em contato pelos telefones: (67) 9.9141-4399 / 9.9636-5833 / 9.8127-1097.