Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 6 de Julho de 2022

Policial

Investigador agredido por preso na delegacia de Pedro Gomes morre

Anderson trabalhava há apenas um ano como policial civil. A esposa dele que mora em Mato Grosso segue para o MS para acompanhar o caso.

Correio do Estado

25 de Novembro de 2015 - 17:14

A assessoria de imprensa do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol/MS) confirmou às 16h45min a morte do investigador Anderson Garcia da Costa, que estava lotado na Delegacia de Pedro Gomes. O policial foi agredido por um detento na manhã desta quarta-feira (25), quando atendia a demanda de um preso que acredita-se ter problemas psiquiátricos.

Segundo a reportagem apurou, o investigador foi encaminhado mais cedo para o município de Coxim, mas devido à gravidade dos ferimentos, acabou transferido para Campo Grande em estado grave. No caminho, Anderson não resistiu e morreu.

A polícia vai investigar o caso.

O interno que agrediu o policial foi baleado na perna quando teve o surto pela manhã. Ele está internado e conforme a assessoria da Sinpol, assim que receber alta médica, retorna ao presídio.

Anderson trabalhava há apenas um ano como policial civil. A esposa dele que mora em Mato Grosso segue para o MS para acompanhar o caso.

Ainda de acordo com a assessoria, “a categoria está muito sensibilizada e consternada com a situação. Vamos ressaltar a falta de segurança dos nossos servidores, que estão cumprindo uma função para qual não foram treinados. O papel do policial civil é investigar e solucionar crimes, essa falta de estrutura infelizmente resultou na morte do investigador”.