Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Policial

Jovem que matou homem em bar é preso ao voltar no local do crime

De acordo com o jovem eles teriam discutido por ciúmes de uma mulher que era ex da vítima.

Correio do Estado

13 de Fevereiro de 2017 - 09:49

Thiago Aparecido da Costa, de 26 anos, confessou ser o autor dos disparos que matou Adilson Maciel de Oliveira, de 32 anos, depois de uma discussão no banheiro de um bar, na madrugada de domingo em Coxim. Ele foi preso pela Polícia Civil depois de voltar ao local do crime para ver a movimentação.

Segundo informações do site Edição de Noticias, o autor informou a polícia que logo após o crime foi para casa, guardou a arma, trocou de roupa e resolver voltar ao local do crime para ver a movimentação. A polícia estava no local e prendeu o suspeito que confessou ser o autor do crime.

De acordo com o jovem eles teriam discutido por ciúmes de uma mulher que era ex da vítima. Ele informou que passou pelos seguranças do local armado, esperou Adilson ir ao banheiro e efetuou os disparos que atingiram o queixo da vítima. Os seguranças do bar negam que o jovem entrou no local armado.

A polícia localizou a arma utilizada e as roupas do autor que estavam escondidas em sua residência. Ele e a atual namorada foram encaminhados para a delegacia de polícia de Coxim e o caso continua sob investigação.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exames e em seguida liberado para velório.

O CRIME

Adilson foi morto com um tiro no queixo, no banheiro de um bar, na madrugada deste domingo, em Coxim. Testemunhas relataram ter visto o autor do crime saindo do bar com um revólver calibre .38 e entrando em um carro branco.

Segurança do estabelecimento disse à polícia que todos os frequentadores são revistados antes de entrar e que a arma deve ter sido entregue ao suspeito ou por cima do muro ou por uma janela que esta com as grades danificadas.

A principal hipótese é de que a motivação do crime tenha sido passional, pois o homem era ex-marido da atual do jovem. A vítima tinha várias passagens, por posse de drogas, furto e desobediência.