Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Policial

Jovem se passa por empresário e acaba preso por violação sexual

O autor chegou a levar a garota até um falso contador, onde simulou que estava assinando a carteira de trabalho dela

Campo Grande News

31 de Julho de 2013 - 23:31

Brayan Correa Pulquerio, 23 anos foi preso após se passar por empresário e oferecer um falso emprego de garota propaganda, para uma jovem, de 22 anos, na Capital. Segundo a Polícia, o autor abordou a vítima há três dias.

Se apresentando como Luiz Puk, disse que procurava uma pessoa com o mesmo perfil da jovem para trabalhar como garota propaganda através de fotos promocionais e que pagaria R$ 3 mil por mês, por um contrato de seis meses. O autor chegou a levar a garota até um falso contador, onde simulou que estava assinando a carteira de trabalho dela.

Em seguida, disse que a “candidata” precisava passar por uma avaliação técnica, para que ele pudesse observar detalhes do corpo. Segundo boletim de ocorrência, a vítima só aceitou a proposta porque está desempregada e tem dois filhos pequenos.

Durante os “testes”, a jovem tirou parte da roupa e percebeu que o autor acariciava o corpo dela de maneia estranha. Desconfiada, ela armou um flagrante e marcou de encontrar o falso empresário nessa quarta-feira (31). Quando chegou ao local, que fica na Vila Carvalho, o autor se deparou com dois policiais militares e saiu correndo.

Ele foi preso em seguida e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do bairro Piratininga. O caso foi registrado como violação sexual mediante fraude.