Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Policial

Morador reage a um possível assalto e mata o invasor em Dourados

Sidnei Bronka

26 de Fevereiro de 2011 - 08:24

Nesta sexta-feira por volta 21h30, o morador da Rua Quintino Bocaiúva, Eder José Barbosa de Matos, 48 anos, se preparava para tomar banho, quando ouviu um barulho no seu quintal. Ao verificar, se deparou com Joaquim de Araújo, 53 anos, residente na Rua Projetada C, no Jardim Aide com um serrote nas mãos, segundo depoimento dele na delegacia.

Eder teria questionado o homem sobre a presença dele no local, mas teria sido agredido, quando ele também de posse de uma faca, partiu para cima do estranho e os dois entraram em luta corporal. Eder desferiu três golpes de faca nas costas do homem e uma nas costas.

O estranho todo machucado saiu correndo do quintal de Eder e ao chegar no cruzamento entre as ruas Benjamim Constante e Antônio Emilio de Figueiredo, caiu. Populares chamaram o Corpo de Bombeiros, que ao atender a ocorrência, viram que o estado do ferido era grave e chamaram a equipe alfa do Samu, com médico. Joaquim chegou morto no hospital.

Eder sem saber que o estranho havia morrido, foi até a delegacia dizendo que tinha acabado de esfaquear um homem que apareceu em seu quintal. Ao relatar o fato à delegada Franciele Candoti e após ser interrogado, Eder foi indiciado por homicídio, mas vai responder o processo em liberdade, já que a delegada entendeu que o morador agiu em legitima defesa, já que também estava bastante machucado.