Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Policial

Motociclista atingido por engano em execução na fronteira morre no hospital

No dia, Ezequiel Romeiro Espinosa, 29 anos, estava na caminhonete e foi atingido por cinco disparos de fuzil calibre 556, na divisa com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Porã News

01 de Fevereiro de 2017 - 07:29

Motociclista atingido por engano durante execução de homem por Ponta Porã morreu hoje no hospital de Dourados. Mezadaque dos Santos Almeida, de 25 anos, passava pela avenida Marechal Floriano quando caminhonete foi fuzilada e ele acabou atingido, no dia 24 de janeiro.

De acordo com o site, vítima era pastor evangélico na cidade e, no dia do crime, depois de ser atingido, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital da Vida, em Dourados, onde não resistiu aos ferimentos e morreu hoje.

No dia, Ezequiel Romeiro Espinosa, 29 anos, estava na caminhonete e foi atingido por cinco disparos de fuzil calibre 556, na divisa com Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Suspeito e motivação do crime seguem em investigação.

Espinosa tinha extensa ficha criminal, tanto no Brasil quanto no Paraguai, e já havia sido jurado de morte. Rapaz tinha mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio e respondia por roubo, além de suspeita de envolvimento com tráfico de drogas.

Em Campo Grande, Ezequiel matou dois, no mês de agosto do ano passado. Magno Gauber Guimarães e Ailton Mário de Oliveira Ferreto foram assassinados a tiros em casa, localizada Rua Randolfo Lima, no Bairro Nova Lima, quando teriam ido atrás de Ezequiel para matá-lo, mas ele reagiu e matou os dois.

Principal hipótese para o crime é acerto de contas. (Correio do Estado).