Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Policial

Mulher que esfaqueou vizinha da a sua versão e garante "não ter se arrependido"

Tomou esta atitude drástica, de quase praticar um assassinato, porque há ano vem sendo alvo de provocações e ameaças.

Flávio Paes/Região News

29 de Dezembro de 2016 - 10:37

A verdureira Edilaine Cristina, que na última terça-feira foi detida depois de desferir um golpe de faca nas contas da vizinha, Tania Rodrigues, esteve na redação do Região News para dar sua versão dos fatos e garante: tomou esta atitude drástica, de quase praticar um assassinato, porque há ano vem sendo alvo de provocações e ameaças por parte de Tania e do marido dela, o moto taxista Julialdo Rosa. “Não me arrependo do que fiz. Ela mereceu e só não terminei de fazer, porque correu”, assegura indignada.

Segundo o relato de Edilaine, há aproximadamente um ano sua vizinha (e agora desafeta), ameaçava agredir seus filhos com pedaço de pau e estragar sua motocicleta. Caluniando entre os moradores do Altos da Figueira, espalhando boatos de que seria portadora do vírus HIV. “Me chamando de vagabunda e de estar tendo um caso com o marido dela”.

No último dia 14, Edilaine esteve na delegacia onde registrou boletim de ocorrência contra o marido da vizinha que foi a casa dela armado e ameaçou matá-la. Julialdo Rosa teria ido lá para tirar satisfações, por ela ter chamado atenção dos seus filhos (do moto taxista) que estaria provocando problemas com vizinhança.