Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Policial

Operação apreende 370 quilos de maconha

A operação foi realizada em Cerro Sarambí na região do Departamento de Amambay, próximo a Pedro Juan Caballero que faz fronteira com Ponta Porã do lado brasileiro.

Lania Torres – Ponta Porã

01 de Abril de 2011 - 16:29

A Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, divulgou nessa sexta-feira, o balanço final da Operação Aliança-II 2011, realizada na região de fronteira com o Brasil.

Segundo a SENAD, foram destruídos 104 hectares de plantações de maconha que se fossem colhidos pelos traficantes renderíam trezentos e doze toneladas do entorpecerte.

A operação foi realizada em Cerro Sarambí na região do Departamento de Amambay, próximo a Pedro Juan Caballero que faz fronteira com Ponta Porã do lado brasileiro.

Os trabalhos começaram no dia 23 de março e terminaram ontem. Um helicóptero da Força Aérea Paraguaia ajudou nos trabalhos de localização e acesso dos agentes às plantações,também com o apoio da Polícia Federal do Brasil.É uma operação conjunta porque o destino dessa maconha é principalmente o Brasil.

Nessas regiões de Cerro Sarambi e Itapopó foram localizados mais centros de produção dos tabletes, e foram destruídos no total 25 acampamentos onde estavam mais 58.050 quilos de maconha picada, 3 quilos de maconha prensada e 17 prensas.

Operações como esta, segundo a SENAD, causa um considerável impacto econômico para os narcotraficantes.Além da perda com as plantações, outros investimentos para o cultivo também são perdidos como: implementos e dedetização das lavouras do entorpecerte.Os cálculos aproximados seriam de uma perda de quatro milhões de dólares para uma quantia como esta de 370 toneladas.Os países como o Brasil, Argentina, Uruguai e o Chile a droga chega a custar mil dólares o quilo.

Novas operações como esta em parceria com a Polícia Federal do Brasil devem ser realizadas ainda este ano, buscando destruir a maior quantidade possível de maconha nas regiões dos Departamentos de Amambay, Canindeyú e São Pedro.