Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Julho de 2021

Policial

Operação apreende meia tonelada de produtos impróprios para consumo na região de Bela Vista

Conforme a Polícia Civil, as fiscalizações ocorreram na última semana e foram realizadas em Bela Vista, Antonio João e Ponta Porã

Midiamax

31 de Outubro de 2014 - 16:07

Uma operação da Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo), Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária) e da Vigilância Sanitária apreendeu cerca de meia tonelada de produtos de origem animal impróprios ao consumo humano na região de Bela Vista.

Conforme a Polícia Civil, as fiscalizações ocorreram na última semana e foram realizadas em Bela Vista, Antonio João e Ponta Porã, com o objetivo de combater crimes contra as relações de consumo e ao trânsito e comércio irregulares de animais.

Em Bela Vista, um açougue foi fiscalizado e no local foram apreendidos 327,42 quilos de produtos impróprios para consumo, entre produtos de origem animal sem comprovação de origem e sem inspeção sanitária e produtos lácteos com o prazo de validade vencido.

Ainda na mesma cidade, foram apreendidos 190 quilos de mussarela comercializadas de forma irregular, 25 quilos de peixe e 95 quilos de queijo caipira sem inspeção sanitária do órgão competente. Em Antonio João, uma granja foi interditada por comercializar ovos sem inspeção sanitária. Todos os produtos apreendidos foram destruídos no aterro sanitário local.

Durante a ação, foi realizada barreira volante na BR-060, em Guia Lopes da Laguna, onde foram distribuídas cartilhas educativas elaboradas pela Iagro, com informações sobre produtos de origem animal.

Os responsáveis pelos estabelecimentos responderão a procedimento administrativo junto à Vigilância Sanitária Estadual e à IAGRO e ainda poderão responder a inquérito policial, por crime contra as relações de consumo, cuja pena pode variar de dois a cinco anos de prisão.