Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Policial

Operação Ponta Porã Forte cumpre mandados de prisão nesta sexta-feira

O balanço parcial das ações será divulgado às 16h30, na sede da Delegacia Regional de Ponta Porã, localizada na Travessa dos Poderes, 81.

Notícias MS

02 de Agosto de 2013 - 15:00

Nesta sexta-feira (2), a Operação Ponta Porã Forte realizada pelas instituições da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) cumpre mandados de prisão, de busca e apreensão, no município de Ponta Porã e região. O balanço parcial das ações será divulgado às 16h30, na sede da Delegacia Regional de Ponta Porã, localizada na Travessa dos Poderes, 81.

De acordo com o delegado regional de Ponta Porã, Sandro Márcio Pereira, a operação que começou nesta madrugada já prendeu até o momento quatro pessoas, sendo três por força de mandado de prisão e uma em flagrante delito, pelo crime de receptação dolosa. Uma motocicleta também foi apreendida. "Temos 20 mandados de prisão para serem cumpridos hoje. As diligências estão em andamento e nossas equipes estarão empenhadas durante toda esta sexta-feira", informou.

Participam da ação cerca de 80 policiais, entre civis e militares, com apoio de equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), Delegacia de Repressão a Crimes de Fronteira (Defron) e Departamento de Operações de Fronteira (DOF). 

Fronteira mais segura

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) iniciou no município de Ponta Porã a operação denominada “Ponta Porã Forte”. Determinada pelo governador André Puccinelli ao secretário Wantuir Jacini, o objetivo é realizar uma operação conjunta entre todas as forças de segurança estaduais naquele município para prevenção e repressão aos crimes como contra o patrimônio, roubos e furtos, tráfico de drogas e as infrações penais de perturbação do sossego.

De acordo com o superintendente de Segurança Pública, André Matsushita, a operação faz parte da Estratégia Nacional de Fronteiras (Enafron), ou seja, com o fortalecimento das ações policiais em toda a faixa de fronteira. “A cidade de Ponta Porã é uma das mais importantes da faixa de fronteira do território do Estado e por isso foi eleita como sendo a primeira cidade a receber esse tipo de operação”, explicou.

Conforme André Matsushita, a operação iniciou no dia 22 de julho com a intensificação do policiamento preventivo urbano. “A Polícia Militar recebeu o apoio do Departamento de Operações de Fronteira [DOF] onde estão trabalhando em conjunto com vistas a abordagens aos veículos, motos e transeuntes. As polícias Militar e Civil vão mobiliar seus efetivos conforme a necessidade”, informou.

A operação “Ponta Porã Forte” será realizada em várias fases. A primeira reunião para o balanço dos resultados será realizada no dia 6 de agosto, com o término da primeira fase. “A primeira fase vai até o dia 4 de agosto e a partir disso nos reuniremos para fazer um balanço, ajustes para posteriormente dar a continuidade da operação. O que já podemos perceber é uma redução nos números criminais da cidade”, garantiu André Matsushita. Todo o efetivo daquele município está sendo empregado na operação.

Além de Ponta Porã outros municípios poderão receber este tipo de operação. Isso acontece no âmbito do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGIFron), implantado para executar ações com o objetivo de coibir a criminalidade nos 1.131 quilômetros de fronteira com o Paraguai e nos 386 quilômetros de fronteira com a Bolívia. “Essas operações são planejadas e decididas, então todas as cidades de fronteira no decorrer do tempo podem receber esse tipo de operação”, esclareceu o superintendente de Segurança Pública.