Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Policial

Para reduzir assaltos, diretoria do Sinpetro pede mais policiamento à Sejusp

A fim de tentar reduzir o número de assaltos, a Sejusp irá reforçar o policiamento nas regiões onde vem sendo registrado o maior número de ocorrências.

Assessoria

24 de Julho de 2013 - 11:00

Tendo em vista o aumento do número de casos de assalto a postos de combustíveis em Campo Grande nas últimas semanas, a diretoria do Sinpetro reuniu-se com a cúpula da Secretaria de Segurança Pública com o objetivo de buscar alternativas visando a redução desse tipo de ocorrência. No encontro foram definidas algumas ações, dentre elas a ampliação do policiamento ostensivo e preventivo nos locais de maior incidência de roubos.

Participaram da reunião o presidente do sindicato, Mário Shiraishi, José Laureano Ribeiro, membro do Conselho Fiscal, e o consultor técnico Edson Lazarotto, além do secretário de Segurança Pública Wantuir Francisco Brasil Jacini, do comandante-geral da Polícia Militar coronel David dos Santos, do diretor-geral da Polícia Civil Jorge Razanauskas Neto e demais técnicos da Sejusp.

Mário Shiraishi levou ao secretário de Segurança e aos demais técnicos da Sejusp a preocupação do sindicato e dos empresários não apenas com a integridade física de seus funcionários, mas também dos clientes. “Os assaltantes estão cada vez mais ousados e nem a existência de câmeras de segurança está inibindo a ação de alguns deles, que chegam nos postos em motocicletas e agem escondendo o rosto com o capacete”, disse o presidente do Sinpetro.

A fim de tentar reduzir o número de assaltos, a Sejusp irá reforçar o policiamento nas regiões onde vem sendo registrado o maior número de ocorrências. O levantamento será feito por meio de georreferenciamento, o que significa que a polícia irá se basear em dados estatísticos produzidos a partir dos boletins de ocorrência de assaltos registrados pelos empresários cujos postos foram assaltados.

“É por isso que se torna extremamente importante que os empresários procurem a delegacia, seja física ou virtual, pela internet, e registrem o boletim de ocorrência”, destacou Mário Shiraishi. Os dados contidos no boletim, segundo o secretário Wantior Jacini, servirão tanto para o georreferenciamento como também para registrar as características físicas dos bandidos, o que auxiliará a polícia nas investigações.

No encontro ficou definido ainda que a Sejusp irá promover cursos voltados aos frentistas de postos de combustíveis, para que esses colaboradores possam identificar pessoas suspeitas e também para saberem como se comportar em caso de assalto.