Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 23 de Junho de 2021

Policial

Pedreiro é preso suspeito de estuprar enteadas de 8 e 12 em Ladário

Posteriormente, exames de conjunção carnal confirmaram que as vítimas não eram mais virgens e que tinham sido violentadas.

G1

28 de Agosto de 2013 - 16:00

Um pedreiro de 27 anos foi preso sob suspeita de estuprar duas enteadas, de 8 e 12 anos, em Ladário, a 435 quilômetros de Campo Grande.  O delegado responsável pelo caso, Enilton Pires Zalla, afirmou que laudos periciais constataram, além da violência sexual, sinais de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) na criança e na adolescente.

O suspeito foi preso, na noite de segunda-feira, após denúncia do Conselho Tutelar que aponta ele como principal suspeito dos abusos sexuais. Conforme o delegado, o caso veio à tona quando a ex-esposa do homem foi até a delegacia registrar boletim de ocorrência por violência doméstica. Membros do Conselho Tutelar foram até a residência da família onde as garotas relataram os estupros e afirmaram que sofriam ameaças de morte.

Posteriormente, exames de conjunção carnal confirmaram que as vítimas não eram mais virgens e que tinham sido violentadas. A prisão ocorreu quando o padrasto da criança e da adolescente foi até a delegacia sabendo de um mandado de prisão em aberto, mas sem conhecimento de que era relacionado aos abusos sexuais.

"O rapaz confessou o crime informando que mantinha relações com a adolescente, acusando ela de o seduzir, mas que com a criança 'apenas passava a mão'", disse Zalla.

O delegado também explicou que o crime possivelmente acontecia há cerca de um ano nos momentos em que a mãe das garotas não estava em casa ou até mesmo quando ela estava dormindo.

A criança e a adolescente permanecem sob cuidados do Conselho Tutelar e estão recebendo acompanhamento psicológico de profissionais do setor de psicologia da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). O homem permanece preso na Delegacia de Polícia Civil de Ladário.