Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 5 de Maio de 2021

Policial

Pistoleiros se passam por policiais e executam jovem que jogava vôlei

Depois de perguntar o nome dos rapazes, os marginais executaram a vítima com vários tiros de pistola calibre .380.

Correio do Estado

16 de Fevereiro de 2017 - 08:08

Cristian Ortis Sanches, de 22 anos, foi assassinado a tiros enquanto jogava vôlei. Assassinato aconteceu por volta das 18h30 de ontem, em um campo esportivo localizado na Rua Rosa Azul, Bairro Jardim das Rosas, em Ponta Porã.

De acordo com o site Porã News, Cristian praticava esporte quando aproximadamente nove homens encapuzados chegaram em dois veículos. Os pistoleiros anunciaram ser policiais e obrigaram os jovens que estavam no local a se deitarem no chão.

Depois de perguntar o nome dos rapazes, os marginais executaram a vítima com vários tiros de pistola calibre .380.

Equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a ocorrência, mas não encontrou os pistoleiros. Já familiares de Cristian alegam que os autores se enganaram e executaram a pessoa errada. Caso será apurado por investigadores da Polícia Civil.