Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Policial

PMA autua assentado explorando madeira ilegalmente em Tacuru

Toras de madeira eram transformadas em mourões e estacas para a confecção de cercas. A PMA apreendeu 70 estacas e 17 mourões.

Assessoria PMA

19 de Setembro de 2013 - 13:24

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo (MS) realizava fiscalização ontem à tarde, no assentamento Água Viva, localizado na área rural do município de Tacuru (MS) e verificou que um assentado utilizava uma motosserra em exploração de madeira do assentamento sem autorização Ambiental.

Toras de madeira eram transformadas em mourões e estacas para a confecção de cercas. A PMA apreendeu 70 estacas e 17 mourões. A motosserra que era utilizada no corte da madeira, também não possuía Documento de Porte e Uso (LPU), que é a licença ambiental para transporte e utilização deste tipo de máquina e foi apreendida.

O assentado, residente no lote 36 foi multado administrativamente pela madeira retirada em R$ 600,00 e mais R$ 1.000,00 pelo uso ilegal da motosserra. Ele também responderá por crime ambiental.

Se condenado poderá receber pena de detenção seis meses a um ano pela madeira ilegal e mais três a seis meses pelo uso da motosserra ilegal. O uso de motosserra sem documento caracteriza-se como crime ambiental, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.