Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Policial

PMA autua três pescadores por pesca predatória no rio Anhanduí

O peixe estava fora da medida de captura permitida pela legislação, o que também é caracterizado como crime

Assessoria

22 de Setembro de 2013 - 21:24

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu realizavam fiscalização na tarde deste sábado (21) no rio Anhanduí, em Nova Andradina e autuaram três pescadores que praticavam pesca predatória.

A PMA surpreendeu os homens quando eles estavam em uma embarcação e armavam anzóis de galho (petrechos proibidos para a pesca). Dentro da embarcação os policiais ainda apreenderam um exemplar de peixe da espécie pintado que estava morto, o qual os pescadores tinham retirado de um anzol, entre os vários que haviam armado.

O peixe estava fora da medida de captura permitida pela legislação, o que também é caracterizado como crime. Os elementos iniciavam a pescaria e se a fiscalização não chegasse capturariam muito peixe com certeza, haja vista, a grande quantidade de anzóis armados nas imediações em que pescavam.

O pescado foi apreendido, além da embarcação, um motor de popa e seis anzóis de galho. A PMA ainda retirou 57 anzóis de galho nas imediações, os quais os autuados negaram lhes pertencerem.

Os pescadores, dois empresários, residentes em Nova Andradina e um motorista, residente em Maringá (PR) foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 810,00 cada um. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.