Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Janeiro de 2021

Policial

PMA prende quatro turistas paulistas com 186 kg de pescado ilegal

Na semana passada, 12 turistas foram presos por pesca predatória, em Aquidauana e Anastácio, com 276 kg de pescado

PMA/MS

11 de Setembro de 2014 - 13:08

A Polícia Militar Ambiental tem reforçado em todos os anos durante o mês de setembro e outubro a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados e a quantidade de turistas e pescadores do Estado se intensifica.

Exatamente por haver mais facilidades de captura em razão início da formação dos cardumes é que os turistas deixam para esses meses a pescaria. Diversas irregularidades têm sido encontradas. Na semana passada, 12 turistas foram presos por pesca predatória, em Aquidauana e Anastácio, com 276 kg de pescado.

Ontem à tarde, Policiais Militares Ambientais de Miranda (MS) realizavam fiscalização em um pesqueiro, localizado a 40 km da cidade e, em um dos quartos dos turistas, foram encontrados 186 kg de pescado das espécies, pintado, pacu, jurupoca, cachara, piavuçu e outras, havendo diversos exemplares abaixo da medida permitida para a captura.

Havia pacu com 34 centímetros, quando a medida de captura permitida é de 45 centímetros para a espécie. O pescado pertencia a um grupo de quatro turistas, residentes em Poloni e Nhandeara (SP), que havia capturado os peixes no rio Miranda. O pescado e o frízer foram apreendidos.

Os pescadores, de 54, 55, 58, e 61 anos receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Miranda, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada autuado recebeu multa de R$ 2.860,00, perfazendo um total de R$ 11.440,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas da cidade.