Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Policial

Polícia acha ossada próximo a sítio do goleiro Bruno após denúncia

Os ossos foram encontrados entre duas palmeiras após a Polícia receber denúncia anônima

Band

28 de Agosto de 2012 - 08:08

A polícia de Minas Gerais encontrou uma ossada próximo ao sítio que pertence ao goleiro Bruno Fernandes. De acordo com informações do site Band, os restos mortais podem ser Eliza Samudio, desaparecida desde junho de 2010.

Os ossos foram encontrados entre duas palmeiras após a Polícia receber denúncia anônima. Equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros estiveram no local. A remoção dos ossos só deve acontecer hoje, após a polícia obter um mandado judicial. Em seguida, acontecerá a análise para confirmar se a ossada é de Eliza Samudio.

O goleiro Bruno é acusado de participação na morte de Eliza, desaparecida desde junho de 2010. Outras oito pessoas também foram acusadas, incluindo um primo adolescente do jogador, que cumpre medida socioeducativa.

Outro primo do jogador, Sérgio Rosa Sales, foi assassinado na manhã da última quarta-feira. Um dos acusados de participação no crime, ele ficou preso até agosto do ano passado, quando conseguiu na Justiça o direito de responder ao processo em liberdade.

Segundo a Polícia, ele esteve no sítio do goleiro Bruno em Esmeraldas, na Grande BH, onde Eliza foi morta. Sales disse que viu Eliza viva no sítio e que ela estava machucada.