Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Policial

Polícia Civil prende filho de ex-governador de MS por desacato e desobediência

Os policiais foram até a casa da denunciante e notaram que Paulo Henrique insistia em passar de carro em frente ao imóvel.

Midiamax

25 de Março de 2011 - 17:00

Paulo Henrique Cançado Soares, 44, filho do ex-governador de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miranda, hoje chefe regional do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) foi detido ontem por “desacato, desobediência e resistência”, segundo boletim de ocorrência 5467, registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento à Comunidade).

O histórico policial começou com um boletim de ocorrência registrado pela ex-mulher de Paulo Henrique, que chefia a secretaria da Indústria de Paranaíba. O casal viveu junto por 11 anos e se separou um mês atrás.

A mulher, 14 anos mais jovem que o filho do ex-governador, informou à polícia que o ex-marido estaria ameaçando ela e que rondava sua casa, no Jardim Boa Vista, parte nobre de Campo Grande.

Os policiais foram até a casa da denunciante e notaram que Paulo Henrique insistia em passar de carro em frente ao imóvel.

Numa das voltas, o secretário parou e passou a insultar a ex-mulher, com quem tem uma filha pequena. Ele teria desprezado a presença dos policiais.

Os policiais tentaram deter Paulo Henrique, mas aos gritos, segundo o boletim, ele teria dito: “vocês sabem com quem está mexendo?”.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrências, os policiais tiveram de usar a força para deter o filho do ex-governador. Ele foi levado para a delegacia e, além do desacato, desobediência e resistência, vai responder inquérito por ameaça e injúria.

Paulo Henrique foi denunciado também na delegacia de Paranaíba, onde ele teria ameaçado um parente da ex-mulher.

A reportagem tentou conversar com Paulo Henrique por telefone, mas não conseguiu.