Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 11 de Agosto de 2022

Policial

Polícia já tem nome de oito acusados de invadir e depredar delegacia

De acordo com o delegado Mollinedo, o grupo que invadiu e apedrejou a delegacia, era composto por jovens influentes na cidade

Campo Grande News

22 de Setembro de 2015 - 17:00

Polícia já tem o nome de oito pessoas acusadas de invadir a delegacia de Nova Alvorada do Sul, destes cinco foram presos em flagrante e três identificados, agora a polícia está em busca dos outros suspeitos que faziam parte do grupo. De acordo com informações do delegado Christian Mollinedo, o grupo era formado por cerca de 15 a 20 pessoas.

De acordo com o delegado Mollinedo, o grupo que invadiu e apedrejou a delegacia, era composto por jovens influentes na cidade. "Haviam comerciantes, universitários, pessoas conhecidas que colocaram a própria vida em risco”, comenta o delegado que acrescenta ainda que na hora da invasão havia 40 presos na delegacia, e que os mesmos poderiam até ter fugido devido a confusão.

O delegado informou ainda que havia apenas um policial plantonista no momento da confusão, e o pelotão da Polícia Militar que presta apoio. "Ainda bem que o policial estava bem preparado e agiu com calma, fazendo uso apenas de gás de pimenta para conter os invasores". Segundo Mollinedo, ninguém se machucou, mas as coisas poderiam ter piorado, caso o policial plantonista tivesse atirado.

Os cinco presos foram indiciados por dano ao patrimônio público, desacato, ameaça e tentar dar fuga a pessoa detida. De acordo com o delegado, entre o grupo não havia nenhum adolescente.

Caso - O grupo invadiu a delegacia após a prisão de um homem de 30 anos, organizador de uma festa "open bar", onde estava sendo servida bebida alcoólica para adolescentes. Várias denúncias haviam sido feitas por moradores que se queixavam do som alto durante a madrugada. A partir daí algumas pessoas, que estavam na festa, foram até a delegacia e promoveram a depredação.

Depois, o grupo foi à delegacia, exigindo a retirada do suspeito. Eles chutaram portas, quebraram luminária, vidraças e a porta da delegacia. Nesta segunda-feira (21), o homem de 30 anos que organizou a festa foi liberado após pagar fiança no valor de R$ 3,5 mil.