Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 6 de Dezembro de 2021

Policial

Policiais Militares de trânsito de Naviraí realizam campanha educativa para mototáxi e motofrete

Com a entrada em vigor RESOLUÇÃO CONTRAN n.º 356, todo o profissional de mototáxi e motofrete deve se adequar às exigências ali contidas

Assessoria

30 de Julho de 2013 - 16:00

Nesta terça-feira (30) Policiais Militares do Grupamento de Trânsito da Polícia Militar de Naviraí, realizaram trabalho informativo sobre trânsito aos mototaxistas, juntamente com membros do Núcleo Municipal de Trânsito, realizaram uma ação afirmativa de Policia Comunitária de Trânsito, com palestras e orientações.

Os Policiais e os educadores do Núcleo de Trânsito visitaram todos os pontos de moto-taxi e abordaram todos os motofrentistas que estavam em circulação, informando sobre a resolução do CONTRAN N°356 que estabelece requisitos mínimos de segurança para os profissionais mototáxi e motofrete.

Com a regulamentação das profissões de mototáxista, motofretista (motoboy) pela Lei 12.009/2009, para o exercício destas atividades, o cidadão deverá realizar curso especializado de formação, aprovado pelo DETRAN e ter, no mínimo 21 anos completos, ser habilitado há pelo menos 2 anos na carteira de habilitação tipo “A”, e, quando em serviço, estar vestido com colete de segurança próprio aprovado pelo CONTRAN.

Com a entrada em vigor RESOLUÇÃO CONTRAN n.º 356, todo o profissional de mototáxi e motofrete deve se adequar às exigências ali contidas, sob pena de multa e apreensão do veículo.

O comandante do trânsito de Naviraí, 2°Ten Rafael Ferreira Cavalcante, orienta aos motociclistas sobre a importância de cumprir a legislação e que algumas atitudes defensivas podem evitar acidente, como: o uso de equipamentos de segurança aprovados pelo INMETRO, não ultrapassar os limites de velocidade, sinalizar todas as intenções, cuidado com os pedestres, ver e ser visto pelos demais usuários da via tendo cuidado com os pontos cegos.