Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 23 de Abril de 2024

Policial

Policial aposentado acha assassinos do filho durante investigação paralela

MidiaMax

15 de Julho de 2011 - 09:19

J.R.F, de 25 anos, e M.G.A, de 36 anos, foram presos suspeitos da morte do filho de um policial militar aposentado na noite desta quinta-feira (14), na cidade de Eldorado.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o policial militar recebeu a ligação de J.R.F de que ele tinha informações sobre o assassinato do seu filho, que havia ocorrido dias atrás.

Os dois marcaram um encontro às margens do Rio Iguatemi. Quando J.R.F chegou, o policial observou que ele estava armado e conseguiu tirar o revólver do suposto informante.

Após isso, o policial perguntou o que estava acontecendo. Desarmado, J.R.F disse que M.G.A havia matado o filho do policial e que, além disso, teria oferecido R$ 4 mil para ele matá-lo.

O policial militar aposentado e seu irmão colocaram J.R.F dentro de um carro e o levaram até o batalhão da Polícia Militar em Eldorado.

Lá, foi solicitado o apoio da Polícia Civil e do DOF (Departamento de Operações de Fronteira). Com isso, os policiais foram até a casa de M.G.A que, ao perceber a movimentação, trancou-se na residência.

Porém, acabou deixando que a polícia entrasse na sua casa, onde foi encontrada munições e um revólver, calibre 38.

Ao ser questionado sobre a morte do filho do policial militar aposentado, M.G.A confessou que ele J.R.F participaram do crime, sendo que este foi quem atirou no rapaz.

De acordo com M.G.A, ele foi responsável por levar em uma moto o autor dos disparos. Sobre a tentativa de matar o policial militar, M.G.A apenas disse que J.R.F pegou uma arma e falou para ele que iria terminar um serviço, porém não disse que iria matar o policial militar.