Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Policial

Polícias reagem a ataques e reforçam combate ao contrabando e tráfico

O primeiro atentado foi em 24 de abril. Policiais federais da delegacia de Naviraí foram alvos de tiros.

Campo Grande News

19 de Julho de 2013 - 15:49

Em resposta a ataques contra policiais na fronteira com o Paraguai, a Segurança Pública reforça, a partir desta sexta-feira, o combate ao contrabando, descaminho e tráfico de drogas: É a Operação Fronteira Integrada.

Esta é a quarta operação na fronteira neste ano. Por conta do reforço na segurança em áreas vizinhas ao Paraguai e à Bolívia, aumentou a quantidade de apreensões de ilícitos e o número de presos. Com mais produtos e drogas sendo tirados de circulação, diminuiu o lucro de criminosos. Eles então passaram a atacar policiais, como forma de intimidação.

O primeiro atentado foi em 24 de abril. Policiais federais da delegacia de Naviraí foram alvos de tiros. Os suspeitos são paraguaios, que escoltavam uma van com mercadorias estrangeiras, em Japorã.

No último dia 11, enquanto dois policiais rodoviários federais apresentavam uma apreensão de três carretas de cigarro na Delegacia da PF em Naviraí, tiveram seus veículos particulares incendiados.

Para discutir ações de combate à fiscalização, o GGIFron (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira) se reuniu nesta sexta-feira em Naviraí e ficou definido a Operação Fronteira Integrada para combater crimes na região.

Participaram da reunião o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, o Superintendente da PF, Edgar Marcon, o Superintendente da PRF , Ciro Ferreira, o delegado da Receita Federal de Campo Grande, Flávio de Barros. Todas as instituições estão envolvidas na ação, que conta também com a participação do DOF (Departamento de Operações da Fronteira).