Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Policial

Presas vão confeccionar os próprios uniformes em unidade de Campo Grande

Segundo informações da assessoria de imprensa da Agepen, as internas usam uniformes há quase quatro anos.

Correio do Estado

23 de Fevereiro de 2017 - 16:37

Mulheres que cumprem pena no Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), em Campo Grande vão confeccionar os próprios uniformes. A mudança, segundo informações da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), vai gerar economia de R$ 4 por peça.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Agepen, as internas usam uniformes há quase quatro anos.

No início, a confecção era custeada pelo Conselho da Comunidade de Campo Grande, com produção terceirizada. Desta vez, a remessa de uniformes será financiada também com dinheiro decorrente da venda de peças artesanais produzidas pelas presas.

“Estive no presídio feminino de Três Lagoas e vi que os uniformes são feitos lá mesmo, então decidi fazer igual aqui”, explica a diretora da unidade prisional, agente penitenciária Mari Jane Boleti Carrilho.

Ao todo, seis presas trabalham na confecção das peças.  A cada três dias de serviços prestados, um dia é diminuído da pena que elas precisam cumprir.

Conforme as informações divulgadas pela com a direção da Agepen, o uso completo de uniforme por presos já é realizado em 16 unidades prisionais do Estado e outras também já adotam camisetas padronizadas para os detentos que trabalham e precisam circular pelo presídio. A intenção é que, com o tempo, todos os presídios do Estado adotem o uso total do uniforme.