Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Policial

Preso usa celular dentro da cadeia para reclamar de falta de comida

Para explicar o uso do aparelho, o preso alegou que essa é a única forma de falar com familiares de dentro da cela.

Midiamax

19 de Outubro de 2015 - 17:53

Um detento da Delegacia de Polícia de Aparecida do Taboado entrou em contato com a equipe do Jornal na manhã desta segunda-feira (19) para reclamar sobre a qualidade da comida servida na unidade policial. O preso disse ter ligado de dentro da cadeia de um celular para fazer a ‘denúncia’.

Para explicar o uso do aparelho, o preso alegou que essa é a única forma de falar com familiares de dentro da cela. Por telefone, que possui até WhatsApp, o homem contou que está preso há quatro meses e que o principal problema do local é a falta de alimentação para os detentos.

Ele chegou a detalhar que a maioria os companheiros foram presos por tráfico de drogas e que estão no local mais tempo que a lei permite. Em contato com a delegacia, a reportagem foi informando de os procedimentos para evitar a entrada de aparelhos eletrônicos e drogas são realizados com frequência.

Ainda assim, o caso será investigado pelo Polícia Civil da cidade, que até então não tinha conhecimento do uso de celulares nas celas. Segundo informações da polícia, no local os aproximadamente 30 detentos ficam divididos em seis celas, sem a estrutura necessária os investigadores da unidade também fazem o trabalho de agentes penitenciários.

Sobre a queixa do preso, os policiais explicaram que são oferecidas três refeições por dia para casa interno e que a marmitex fornecida a eles vem com arroz, feijão e misturas, que variam conforme o dia. Segundo a polícia, os investigadores da unidade costumam consumir a mesma comida.