Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Outubro de 2020

Policial

Rapaz é preso por sequestrar e manter ex-namorada em cárcere privado em MS

A jovem ainda disse que Renato a levou até o quitinete onde ele mora, e, depois de agredi-la com tapas no rosto, a deixou trancada no local

Tá Na Mídia Naviraí

24 de Julho de 2014 - 11:00

Policiais civis da DAM (Delegacia de atendimento à Mulher), com apoio da equipe de investigadores do SIG (Serviço de Investigações Gerais), prenderam, na tarde de quarta-feira (23), Renato Andrade Costa, de 26 anos, por sequestrar e manter uma jovem de 20 anos em cárcere privado. O fato aconteceu em Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o site, na manhã de quarta-feira, a mãe da jovem foi até a DAM, para informar que sua filha saiu de casa na noite anterior, para ir trabalhar em uma empresa na cidade de Itaquiraí, mas não retornou para casa.

Ainda segundo a mãe da jovem, ela teria terminado recentemente um relacionamento com Renato e temia que ele tivesse sequestrado sua filha, pois estava tentando reatar o romance, mas a jovem não queria.

Diante dos relatos da mãe da vítima, os policiais civis da DAM, começaram as investigações no caso. A Polícia Civil identificou o quitinete onde Renato morava e, por volta das 16 horas, com o apoio dos investigadores do SIG, se deslocaram até o local, onde encontraram a jovem trancada.

Depois de ser libertada, a vítima contou aos policiais que retornava para sua casa e, ao desembarcar do ônibus da empresa, por volta das 4 horas, foi abordada por Renato, que estava armado e obrigou-a acompanhá-lo.

A jovem ainda disse que Renato a levou até o quitinete onde ele mora, e, depois de agredi-la com tapas no rosto, a deixou trancada no local, dizendo ainda que a mataria. Uma testemunha, que foi ouvida pelos policiais, confirmou a versão da vítima e disse que Renato teria comentado que a mataria.

Segundo os policiais, no cômodo onde a jovem estava trancada havia somente uma vasilha de plástico para ela fazer suas necessidades fisiológicas.

Renato foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia da DAM, onde foi autuado pelos crimes de sequestro, cárcere privado e violência doméstica. A arma usada por ele no momento em que abordou a jovem não foi localizada pela polícia.