Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Policial

Tratorista é perseguido e executado com mais de 40 tiros de fuzil na fronteira

A vítima tentou fugir para o lado brasileiro

Porã News

04 de Fevereiro de 2017 - 07:37

O tratorista Aureliano Florentin Gomez, de 46 anos, foi perseguido e executado com mais de 40 disparos de fuzil 762 na madrugada deste sábado (4), na MS-164 em Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande. O crime aconteceu exatamente na divisa entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai.

 A vítima estava pilotava uma moto estrangeira Yamazuki e seguia pela estrada pelo lado estrangeiro, quando foi abordado pelos pistoleiros. Ele então foi perseguido e para tentar escapar, passou para território brasileiro onde foi executado. Segundo o site Porã News, foram realizados 41 disparos de fuzil contra o tratorista, que morreu no local.

Os autores que estavam em um carro ainda não identificado, fugiram em seguida. Moradores da região então acionaram a Polícia Militar, que constatou o crime e isolou a área. Equipes da Polícia Civil e da perícia também foram até o local. O corpo do paraguaio foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã.

A execução foi a segunda registrada na cidade em um intervalo de 5 horas. Por volta das 23 horas da sexta-feira (3), Julho Cesar Lima da Silva, vulgo ‘Julho Seco’, de 28 anos foi assassinado por vários tiros de pistola 9 mm. O crime aconteceu na Rua Benjamin Constant e os autores estavam em uma motocicleta também não identificada.