Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 15 de Agosto de 2022

Policial

Travesti é morta a tiro após sair de “paquera” com casal

Depois de um tempo, a mulher resolveu voltar ao local da festa e encontrou Wilian agonizando na calçada de uma residência.

Campo Grande News

19 de Outubro de 2015 - 09:21

Foi morta com um tiro no pescoço na madrugada de hoje (19), Wilian de Souza Canteiro, 20 anos, travesti conhecida como Valentina. O crime aconteceu na Rua Coronel Aurélio do Amaral esquina com a Rua José Bataglin, no Bairro Universitário, em Ponta Porã.

A vítima estava junto com amigos em um local denominado como “paquera” próximo do Bairro São Domingos, quando resolveu ir embora de moto com um casal. Ela teria deixado a mulher em casa e saído com o homem, que ainda não foi identificado, conforme o site Ponta Porã Digital.

Depois de um tempo, a mulher resolveu voltar ao local da festa e encontrou Wilian agonizando na calçada de uma residência. A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ela já estava morta. O caso será identificado pela Delegacia de Polícia Civil da área.