Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Policial

Três são presos após sequestro para roubar Hilux; um está foragido

De acordo com a polícia, o casal foi sequestrado por volta de 21h quando estava dentro da caminhonete, estacionada em frente a uma residência, na área central de Naviraí.

Campo Grande News

31 de Janeiro de 2017 - 10:03

Dois homens e um adolescente foram presos na noite de ontem (30) em Mundo Novo, no extremo sul de Mato Grosso do Sul, após sequestrarem um casal de namorados em Naviraí, para roubar uma caminhonete Toyota Hilux 2013.

Mauri Dailton Fernandes de Oliveira, 22, Danilo Souza dos Reis, 20, e o adolescente de 17 anos levavam a caminhonete para o Paraguai quando foram presos por policiais militares. Um quarto envolvido está foragido.

De acordo com a polícia, o casal foi sequestrado por volta de 21h quando estava dentro da caminhonete, estacionada em frente a uma residência, na área central de Naviraí.

Sob a mira de armas, o homem de 29 anos e a mulher de 21 foram dominados e deixados pelos bandidos na BR-163, perto da usina de álcool, enquanto os bandidos seguiam em direção ao Paraguai.

Por volta de 22h30, policiais militares de Mundo Novo abordaram a caminhonete em uma praça de pedágio na BR-163. Mauri de Oliveira estava conduzindo a Hilux. Ele disse aos policiais que outros dois envolvidos seguiam atrás, em um Gol branco.

O carro foi parado em seguida. O veículo era conduzido por Danilo dos Reis, que viajava na companhia do adolescente. Os três confessaram o assalto e informaram que um quarto envolvido, identificado como Murilo, estaria em um Fiat Uno vermelho. Ele teria sido o responsável em esconder os reféns.

O casal foi encontrado pela PM caminhando em uma estrada estadual que liga a cidade de Naviraí ao presídio local. Eles contaram que após serem dominados foram colocados no banco traseiro e levados até um canavial, onde foram retirados da Hilux e colocados no Uno vermelho.

Os dois foram levados para uma casa abandonada, também no meio de um canavial, onde ficaram amarrados por duas horas, vigiados por dois bandidos. Mais tarde o Uno voltou ao local e levou os dois homens. Percebendo que estava sozinho, o casal conseguiu se soltar e caminhou até a estrada, onde foi encontrado.