Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 24 de Julho de 2024

Policial

Unei tem motim e motivo seria falta de aula de Educação Física

Mas Lefreve explicou que apenas nas sextas-feiras os adolescentes são levados para quadra

Campo Grande News

20 de Setembro de 2012 - 14:40

O princípio de rebelião na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco na manhã desta quinta-feira (20), que já está controlada, teve início com a falta da aula de educação física que os menores deveriam ter hoje. Durante o tumulto, cerca de cinco colchões foram queimados. Homens do Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) foram chamados para conter os adolescentes.

Segundo o coordenador de Segurança, Guarda e Proteção da Unei, Cristian Lefreve, o professor da disciplina de educação física teria faltado por motivo de doença e os alunos quiseram forçar a ida até a quadra de esportes.

Mas Lefreve explicou que apenas nas sextas-feiras os adolescentes são levados para quadra. “Hoje eles teriam aula teórica e algumas demonstrações sobre regras de esportes”, frisou.

O tumulto teria começado na ala A, onde ficam alojados 30 adolescentes. No total, 72 jovens cumprem pena na unidade.

Conforme Levrefe, a situação foi controlada há pouco, mas garante que os responsáveis pela confusão são punidos, perdendo o direito de assistir TV, além do passeio nas dependências.

O capitão Vilmar Fernandes do Cigcoe afirmou que três cães foram usados na ação de revista, mas nada foi encontrado com os jovens. “Os adolescentes não queriam obedecer os agentes, mas quando nós chegamos os próprios funcionários já haviam controlado a situação”, contou ao sair da unidade.