Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Política

Aliança PP, PSDB e PSD ameaça hegemonia do MDB em Costa Rica

Partido do ex-governador André Puccinelli comanda prefeitura há 20 anos.

Campo Grande News

31 de Janeiro de 2020 - 16:13

Aliança PP, PSDB e PSD ameaça hegemonia do MDB em Costa Rica

Cleverson Alves dos Santos, o Delegado Cleverson, assinou na última quinta-feira (30) a ficha de filiação ao PP, durante evento na Câmara Municipal, e será o provável candidato de uma coligação com PSDB e PSD a prefeito de Costa Rica. É uma ameaça à hegemonia do MDB, que tem se perpetuado no poder municipal há duas décadas.

O atual prefeito, Wandeli dos Santos Rosa, não pode concorrer ao pleito deste ano porque está no segundo mandato consecutivo.

A intenção dos três partidos (PP, PSDB e PSD) é de apresentar proposta de administração "eficiente, mas mais humana, voltada para atender a toda a população", afirma Cleverson.

Confirmando a candidatura, Cleverson terá como "grande trunfo"  o apoio do governador Reinaldo Azambuja. A avaliação é do deputado federal Beto Pereira, uma das lideranças tucanas.

“Pela primeira vez depois de 20 anos de hegemonia do MDB, a gente vê se solidificar uma aliança que dá a musculatura necessária no pleito, com o apoio do governador Reinaldo Azambuja”, afirma o parlamentar tucano.

O deputado Gerson Claro (PP), que também participou do ato de filiação na Câmara Municipal, revela que existem outros interessados em concorrer ao cargo, mas que Cleverson é o nome que desponta e tem capacidade de aglutinar forças.

“Ele é pré-candidato, assim como tem outros, as conversas estão bem adiantadas em torno do Cleverson. Vamos levar uma proposta para Costa Rica em uma parceria com PSDB, PSD e outros partidos”, disse Gerson Claro.

Na última eleição, Delegado Cleverson foi o candidato a deputado estadual com mais votos em Costa Rica, quase 30% do total.