Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Política

Bernal se reúne com vereadores e se diz surpreso com recurso contra liminar

A reunião acontece a portas fechadas com todos os vereadores da Casa, exceto Mario Cesar (PMDB), afastado do cargo de presidente da Câmara.

Correio do Estado

27 de Agosto de 2015 - 10:21

A primeira sessão da Câmara Municipal de Campo Grande depois de toda a reviravolta envolvendo o comando da Capital durou pouco mais de 40 minutos, isso porque o prefeito reconduzido ao cargo por liminar, Alcides Bernal (PP), chegou na Casa da Leis para reunião com os vereadores. O tom da conversa é para promover coalisão entre os poderes Legislativo e Executivo.

Na pauta da Câmara estava votação de 10 projetos do Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (Prodes) que travam a pauta de votação. Nenhum deles foi votado.

Bernal chegou na Casa de Leis por volta das 9h45 e o discurso foi de que procura os vereadores para promover um “ambiente de paz, união e respeito às diferenças”. Segundo Bernal, na primeira ida dele à Câmara depois da cassação, em março do ano passado, “não há mágoa”.

Ainda de acordo com o prefeito, a iniciativa de ir até os vereadores antes mesmo da posse, que acontece no fim da manhã de hoje (27), representa esse objetivo de coalisão. No entanto, o prefeito se surpreendeu pela notícia de que os vereadores já decidiram recorrer da decisão que reconduziu Bernal ao cargo.

“Não adianta vir aqui por relação à democracia e receber notícia de que haverá enfrentamento”, disparou.

A reunião acontece a portas fechadas com todos os vereadores da Casa, exceto Mario Cesar (PMDB), afastado do cargo de presidente da Câmara.

RECORRER

Para o atual presidente da Câmara, já está decidido que haverá recurso por parte do Legislativo.

“No que depender dos vereadores, o tratamento será o mesmo que ele tiver com a gente. Não vamos abrir mão de recorrer dessa decisão”, completou.