Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Política

Biffi reúne militância do PT na Câmara, cobra reestruturação e veta aliança com PSDB e PMDB para 2016

O ex-deputado garante que Sidrolândia, a exemplo de outras cidades, o PT vai lançar um candidato para disputar o Poder Executivo

Marcos Tomé/Região News

24 de Outubro de 2015 - 11:00

O novo presidente do diretório regional do PT, o ex-deputado Antônio Carlos Biffi, reuniu militantes, simpatizantes ontem à noite no anfiteatro da Câmara Municipal. Uma previa do que deve ocorrer nas eleições do ano que vem quando o partido tem o projeto disputar as prefeituras nas 20 maiores cidades de Mato Grosso do Sul. O evento atraiu forças politicas ligadas a diversas "alas" do partido.

O ex-deputado garante que Sidrolândia, a exemplo de outras cidades, o PT vai lançar um candidato para disputar o Poder Executivo. “Temos aqui as melhores condições de disputar a Prefeitura”, avalia o dirigente partidário ao ressaltar que 37% do eleitorado estão nos assentamentos e aldeias indígenas.

"Temos uma forte ligação com o pequeno produtor. São eles fruto de nossa causa. Não podemos perder esta identidade politica que o PT sempre carregou em sua bandeira, a luta pela reforma agraria", argumenta. Na entrevista que deu ao RN, Biffi foi enfático ao afirmar que estão descartadas alianças com o PSDB e PMDB na cidade.

Ele garante que o partido vai protagonizar o processo eleitoral de 2016: "Chega de ser a noiva abandonada no altar. Com o PSDB não há a menor chance, isto porque há uma determinação nacional que proíbe alianças com os tucanos, o PPS e DEM. Agora, com o PMDB pode até ser que haja esta disposição, desde que eles nos apoiem".

Quando questionado a cerca do favoritismo do ex-prefeito Daltro Fiuza, principal liderança pemedebista em Sidrolândia, o ex-deputado dispara: "Neste caso não há o que se fazer. O PT só estará junto com o PMDB se eles nos apoiarem, caso contrário, esta descartada a aliança". Biffi citou o nome do ex-vereador Jean Nazareth e Edivaldo dos Santos "Vadinho", como pré-candidatos a prefeito pela legenda. O evento reuniu cerca de 50 pessoas de um total de 900 filiados.