Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 20 de Outubro de 2020

Política

Coligação corrige erro e anexa documentação correta no pedido de registro da candidatura de Vadinho

Sanados os entraves de documentação junto a Justiça Eleitoral, Vadinho aguarda agora o deferimento do registro de sua candidatura.

Flávio Paes/Região News

28 de Julho de 2014 - 17:06

Por um erro da própria coligação "Mato Grosso do Sul com a Força de Todos" foi anexado ao processo do pedido de registro da candidatura do vereador Edivaldo dos Santos, cópias de documentos (comprovante de escolaridade, certidão criminal de 2ª instância da Justiça Estadual e a carteira de identidade) de outro candidato a deputado estadual,o vereador de Inocência   Idevaldo Claudino, que também é do PT.

A anexação de documentos de outra pessoa passou despercebida pelos advogados das outras coligações, mas foi constatado pelo procurador eleitoral Emerson Kalif Siqueira, que deu prazo de 48 horas (a partir da notificação) para regularizar a situação sob pena de impugnação da candidatura de Vadinho.

Os advogados da coligação "Mato Grosso Sul Cada Vez Melhor III",  liderada pelo PSB, já haviam pedido a impugnação da candidatura de Vadinho porque ele deixou de providenciar a certidão negativa criminal de 2º Grau da Justiça Eleitoral. O vereador juntou a certidão (com o nada consta) ao seu processo de registro.

Sanados os entraves de documentação junto a Justiça Eleitoral, Vadinho aguarda agora o deferimento do registro de sua candidatura. “Foi um erro dos advogados. Não há nenhuma irregularidade”, diz Edivaldo que já esta em campanha eleitoral desde o dia 6 de julho, quando a campanha eleitoral foi liberada.