Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Política

CPI da Saúde em MS ouve diretor do HU de Dourados nesta segunda

A CPI da Saúde foi criada no dia 23 de maio de 2013 para apurar como estão sendo feitos os repasses dos recursos do Sistema Único de Saúde

G1 MS

29 de Setembro de 2013 - 21:47

Deputados estaduais da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde ouvem, nesta segunda-feira (30), o diretor-geral do Hospital Universitário (HU) de Dourados, a 225 km de Campo Grande, Edson Desiderio Fernandes. Além dele, a presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Coren/MS), Amarilis Pereira Amaral Scudellari, também, deve prestar depoimento. As oitivas começam às 14h (de MS) na Assembleia Legislativa, em Campo Grande.

O objetivo da oitiva é apurar as reclamações de falta de atendimento no HU de Dourados e conhecer as principais dificuldades dos profissionais da enfermagem nas unidades de saúde do estado. Segundo os parlamentares, os enfermeiros fazem parte de uma categoria fundamental no funcionamento dos hospitais e postos de atendimento de saúde, por isso, a oitiva também será um espaço para sugestões que possam melhorar o atendimento à população.

A CPI
A CPI da Saúde foi criada no dia 23 de maio de 2013 para apurar como estão sendo feitos os repasses dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para unidades hospitalares de Campo Grande, Corumbá, Paranaíba, Dourados, Três Lagoas, Jardim, Coxim, Aquidauana, Nova Andradina, Ponta Porã e Naviraí.

A investigação apura os repasses e convênios feitos nesses municípios nos últimos cinco anos. Inicialmente, o grupo tinha 120 dias para encerrar os trabalhos, mas no dia 12 de setembro, o prazo foi prorrogado por mais 30 dias.

De acordo com informações da Assembleia Legislativa, já foram ouvidos pela CPI a ex-secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, o secretário municipal de Saúde de Campo Grande, Ivandro Fonseca, o presidente da Santa Casa da capital, Wilson Teslenco, os ex-diretores do Hospital Universitário, José Carlos Dorsa, o do Hospital Regional de Campo Grande, Ronaldo Perches Queiroz; o ex-secretário municipal de saúde da capital, Leandro Mazina, os médicos Adalberto Siufi e Cláudio Wanderley Saab, ex-diretor do Hospital do Câncer e o atual diretor-geral do Hospital Universitário, respectivamente.

Desde que foi criada, a comissão também colheu depoimentos de gestores e conselheiros municipais de saúde nas cidades de Dourados, Coxim, Aquidauana, Jardim, Paranaíba, Três Lagoas, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Corumbá.