Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 7 de Março de 2021

Política

Delcídio vai buscar apoio de André Puccinelli para disputa do 2º turno

A intenção do senador é buscar os votos dos eleitores do Estado que não compareceram às urnas para votar, aproximadamente 360 mil pessoas

Campo Grande News

06 de Outubro de 2014 - 09:16

O senador Delcídio do Amaral, candidato do PT que vai disputar o 2º turno das eleições para o governo estadual com o tucano Reinaldo Azambuja, revelou que vai atrás do apoio do governador André Puccinelli (PMDB) para a continuidade da disputa.

Delcídio, que chegou no comitê de campanha acompanhado de Ricardo Ayache, candidato do PT que ficou em segundo na disputa por uma cadeira no Senado, anunciou os planos para o 2º turno.

“Amanhã já vou conversar com ele (André Puccinelli) a respeito do 2º turno”. O governador é uma importante liderança do PMDB, e a população, não à toa, avaliou positivamente sua gestão. Eu vou buscar a conversa e o apoio, e só não vou ter se ele não quiser”, disse Delcídio.

Antes de chegar ao comitê para discursar aos militantes, o senador petista se reuniu com coordenadores políticos da campanha para definir as estratégias de campanha para a nova disputa. Delcídio projetou as próximas 48 horas como decisivas para sua equipe.

A intenção do senador é buscar os votos dos eleitores do Estado que não compareceram às urnas para votar, aproximadamente 360 mil pessoas. “Vamos traçar o perfil de quem deixou de votar para buscar e fazer a diferença no segundo turno”, pontuou.

Delcídio do Amaral, disse que o segundo turno da campanha será pautado com muito trabalho e que não vai ceder aos adversários fazendo baixaria. “Vamos ter muito trabalho. Assim como a do primeiro turno. Não vamos cair na onda dos adversários. Não vamos fazer uma campanha de baixaria. Não vamos fazer como os adversários”. Finaliza.